ÁREAS DE ATUAÇÃO

Governo de Minas Gerais e Codemge anunciam resultado de concurso para roteiros de audiovisual

27 de novembro de 2018

Edital vai distribuir R$1,5 milhão para desenvolvimento de roteiros de 16 obras

O Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge) e no âmbito do Programa de Desenvolvimento do Audiovisual Mineiro (Prodam), anuncia o resultado do Edital 2018 de Desenvolvimento de Projetos. Foram selecionadas 16 propostas de roteiro para longas-metragens e obras seriadas. Com verba exclusiva da Codemge, o valor total investido será de R$ 1,5 milhão, sendo R$ 100 mil destinados a cada um dos projetos de ficção e animação e R$ 50 mil para os longas-mentragens documentários.

Os projetos inscritos foram analisados nos quesitos: abordagem do tema, criatividade e originalidade; adequação ao público alvo e potencial de interesse; planejamento e viabilidade de realização; histórico de projetos do proponente e da equipe. Os selecionados terão prazo de 12 meses, a partir da publicação do contrato, para desenvolver e concluir seus respectivos roteiros.

Conheça os vencedores:

LONGA-METRAGEM FICÇÃO:

O Capitão Engarrafado – Guilherme Franklin Reis (Postura Digital)
Caio, um menino de 10 anos, dribla a depressão de sua mãe com a ajuda de um amigo: um capitão de um pequeno barco, que vive dentro de uma garrafa.

Histórias Flutuantes – Laura Barile
Em 1972, um jovem é contratado para fotografar o passeio turístico pelo Rio São Francisco a bordo do vapor Benjamim Guimarães e descobre a realidade da população ribeirinha, encoberta pelo regime militar.

Minas Babilônia – Eder San Cinematrográfica e Arte
Três histórias sobre crimes violentos, baseadas em fatos reais: O Executivo e a Travesti; Belle de Jour, a Faxineira e Estrela Dalva, a Menina do Interior.

Dinorá – Oficina de Criação de Filmes
Tragicomédia sobre a solidão e a descoberta do amor na terceira idade. Dinorá se apaixona por um moribundo no hospital que frequenta para fazer caridade. Ela se aproveita do estado vegetativo do doente para realizar o sonho de se casar.

LONGA-METRAGEM ANIMAÇÃO:

O Relógio de Arthur – Animateria Studios
Arthur é um garoto transportado para a terra das coisas esquecidas e, para tentar escapar desse lugar, vai lidar com estranhas criaturas e com suas próprias memórias da infância.

Ana, en Passant – Apiário Estúdio Criativo
Ana é uma jovem mulher negra, que volta a Belo Horizonte após a morte de sua avó. Alice é uma dançarina que descobre que não pode mais dançar. No encontro das duas, Alice desaparece, e Ana toma seu lugar.

LONGA-METRAGEM DOCUMENTÁRIO:

O Espelho Cigano – Cinco em Ponto
Documentário sobre a comunidade cigana do Bairro São Gabriel, que mistura ficção e realidade. Uma jovem de classe média de Belo Horizonte, aficionada pela cultura cigana, casa-se com um cigano Calon do acampamento vizinho à sua casa.

Obra Falada – MVMIX Cultural
Documentário sobre como as pessoas com deficiência visual constroem suas relações com as obras de artes visuais. Um olhar sensível sobre a realidade dessas pessoas.

OBRA SERIADA FICÇÃO:

Fênix Tattoo – Christiane de Tassis Pisoler
Após ter sido estuprada, tatuadora cria o Fênix Tattoo, um estúdio de tatuagem para mulheres vítimas de violência de gênero. Ela tenta superar seu trauma, ao mesmo tempo em que deseja vingança.

Prisma – Apontador Filmes
Ricardo Garcia é um professor de Design de Moda que volta às suas raízes como alfaiate para salvar um negócio familiar. Explorando o espectro de sua sexualidade, ele cria uma marca de moda para o público queer.

Manual das Crianças Destemidas – Quarteto Filmes (Mapema Produções e Eventos)
Amanda encontra um livro com propriedades mágicas e, através dele, faz amizades, descobre novas formas de interagir com o mundo e mergulha na investigação de um mistério.

A Banda de Rita – Entre Filmes Produções
A série narra o cotidiano de um trio de roqueiros cinquentões: Rita, a vocalista, seu marido Roberto, o guitarrista e Marguê, a tecladista.

OBRA SERIADA ANIMAÇÃO:

Meu melhor amigo, a série – Pólen Estúdio de Animação
O menino Tié encontra um objeto mágico capaz materializar qualquer coisa; entre elas, um menino de papel da raça cartolim. Ele vai viajar pelo espaço para levar seu amigo para casa, vivendo aventuras ao lado de um filhote de dragão.

O Rei do Mar – Camisa Listrada BH Produções Audiovisuais
O leão-marinho Lordi, a unicórnia-marinha Esperança e a tartaruga Tatá vivem aventuras no fundo do mar enfrentando vários seres como a baleia, o tubarão, o peixe-vela, o peixe-voador e o lobo-marinho.

OBRA SERIADA DOCUMENTÁRIO:

A Luta que não pode parar – Ewerton Belico de Souza
Série sobre a aliança, realizada nos anos 70, entre cineastas e sindicatos de trabalhadores, mobilizados pelo combate à ditadura.

Fio de Esperança Telê Santana – Solo Filmes
As múltiplas facetas de um dos maiores treinadores de todos os tempos, Telê Santana, conhecido como o injustiçado da Copa de 82. A trajetória do mestre, para alguns, pé-frio, para outros, teimoso.

Audiovisual: setor estratégico

Nos últimos quatro anos, a Codemge promoveu investimento de R$ 55,1 milhões no setor de audiovisual mineiro, por meio de editais, patrocínio de eventos e realização da MAX. No período, foram lançados seis editais – três para produção de roteiros, um em parceria com a Rede Minas e três para produção de longas-metragens em parceria com a Ancine, contemplando 96 projetos audiovisuais. A Codemge também estruturou o Funcine Minas Gerais, fundo de investimentos que irá destinar recursos às empresas do audiovisual mineiro. Compõem o fundo R$ 20 milhões, dentre os quais R$ 19 milhões são oriundos da Codemge, e R$ 1 milhão, da empresa gestora do fundo, selecionada por meio de licitação.

Segundo metodologia da Unidade de Inteligência Empresarial Integrada do Sebrae-MG, cada R$ 1 investido no setor audiovisual movimenta, em média, R$ 1,88 em setores diversos como alimentação, transporte, comunicações e outros, além de promover a criação de milhares de empregos diretos nos diferentes elos incluídos na cadeia produtiva. Dessa forma, os R$ 55,1 milhões investidos no audiovisual fizeram movimentar R$ 103,6 milhões na economia do estado de Minas Gerais.