ATIVIDADES EM DESTAQUE

Histórico

Nos termos do art. 2º da Lei Estadual n.º 14.892/2003 e da Lei Estadual n.º 22.828/2018, a Empresa assumiu as atividades desempenhadas pela Codemig que, por sua vez, foi criada a partir da alteração da denominação social da Companhia Mineradora de Minas Gerais (Comig) e da incorporação da Companhia de Distritos Industriais de Minas Gerais (CDI/MG) e da Empresa Mineira de Turismo (Turminas), além dos ativos da extinta Companhia de Desenvolvimento Urbano de Minas Gerais (Codeurb).

  • historico_1950É criada a Companhia Agrícola de Minas Gerais (Camig), pela Lei nº 1.716, de 21/12/1957. A Camig absorve o patrimônio, as atribuições e os direitos da Fertilizantes Minas Gerais S/A (Fertisa), empresa de economia mista criada no início da década de 1950. A Camig passa a deter os direitos de lavra da apatita (fosfato) e do pirocloro (nióbio). Com isso, substitui a Fertisa no contrato de arrendamento com a Distribuidora e Exportadora de Minérios e Adubos S/A (Dema). Anos mais tarde, a Dema tem a sua razão social alterada para Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM).

  • historico_1960Em 1963, a estrutura administrativa da Camig é reorganizada. São criados escritórios no Rio de Janeiro e em São Paulo, para darem suporte às unidades da empresa. Sua estrutura operacional conta com seis delegacias regionais, sete entrepostos, 23 circunscrições, 78 postos de vendas e dez unidades industriais.

  • historico_1970Em 1972, é constituída a Companhia Mineradora de Pirocloro de Araxá (Comipa), com participação acionária da Camig (51%) e CBMM (49%). São, então, arrendados à CBMM os direitos de lavra para produção do nióbio.

    Em 1972, a Camig arrenda à Arafértil (Bunge) a exploração das reservas de apatita, matéria-prima para obtenção de fosfatados.

    Nessa década, a Camig participa de importantes programas visando à expansão da fronteira agrícola do Estado, entre eles:
    * Programa de Assentamento Dirigido do Alto Paranaíba (Padap);
    * Programa de Desenvolvimento de Cerrados (Polocentro);
    * Programa de Área Geoeconômica de Brasília.

  • historico_1980Em 1980, a empresa registra recorde na Fábrica de Fertilizantes de Araxá, com a produção de 132.000 toneladas de fosfato.

  • historico_1990A Camig incorpora a Metais de Minas Gerais S/A (Metamig), por meio da Lei nº 10.316, de 11/12/1990, passando a ser denominada Companhia Mineradora de Minas Gerais (Comig).

    Em 1994, incorpora a Águas Minerais de Minas Gerais (Hidrominas), por meio da Lei nº 11.406.

    Em meados de 1990, a Comig dá início à política de arrendamento das operações de seus negócios:
    * Unidade Industrial de Arcos (calcário e cal);
    * Unidade Industrial de Governador Valadares (moagem de feldspato);
    * Palace Hotel de Poços de Caldas;
    * Grande Hotel de Araxá;
    * Águas Minerais de Contendas.

  • Em 2001, é reaberto o Grande Hotel de Araxá, completamente reformado e modernizado.

    Em 2003, é criada a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), por meio da Lei 14.892, de 17/12/2003.

    Em 2003, a Codemig e a CBMM, via Comipa, firmam novo contrato de arrendamento, com vigência por mais 30 anos.

    Em 2004, os ativos da Frigoríficos de Minas Gerais S/A (Frimisa) são incorporados ao patrimônio social da Codemig (18/11/2004).

    Em 2004, foi criado o Proacesso, programa de pavimentação de estradas em Minas Gerais, com o objetivo de fazer a ligação por asfalto de municípios que utilizavam estradas de terra para o alcance das rodovias-tronco em suas regiões. O programa recebeu investimentos da ordem de R$1 bilhão, dos quais R$122 milhões foram recursos da Codemig.

    Em 2005, iniciou-se o projeto Linha Verde, conjunto de obras viárias realizadas na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Entre as ações, a Codemig investiu na região da MG-010, que começa no final da Avenida Cristiano Machado e passa às margens dos municípios de Vespasiano e Lagoa Santa, chegando até o Aeroporto Internacional. A duplicação da rodovia compreende um trecho de 22 quilômetros em pista dupla. Além da duplicação, intervenções complementares foram feitas na MG-010, como construção de viadutos, passarelas, trincheiras, vias marginais, pontes e ciclovias. A Codemig investiu em torno de R$100 milhões nessa obra.

    Em 2006, é inaugurado o Expominas Belo Horizonte, um dos mais modernos centros de eventos do país, com a realização da 47ª Reunião Anual do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em março.

    Em 2006, é inaugurado o Expominas Juiz de Fora. O novo centro de eventos posiciona Juiz de Fora e sua região de influência como importante polo regional de turismo de negócios (29/06/2006).

    Em 2007, por delegação do Governo de Minas Gerais, a Codemig assume o compromisso de licitar e coordenar a execução das obras da Cidade Administrativa do Estado de Minas Gerais, sede do Governo estadual. O complexo de prédios, projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, foi inaugurado em março de 2010. Os investimentos na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves totalizaram montante da ordem de R$1 bilhão, custeado pela Codemig.

  • banner-home-a_codemig

    Junho/2013: inauguração do Expominas Teófilo Otoni.

    Março/2014: inauguração do primeiro aeroporto industrial do Brasil, em Lagoa Santa.

    Fevereiro/2015: primeiro concerto na Sala Minas Gerais do Centro de Cultura Presidente Itamar Franco, com a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais.

    Fevereiro/2016: início oficial do projeto para implantação do primeiro laboratório-fábrica de ímãs de terras-raras do Brasil.

    Março/2016: publicação do Decreto 46.974, no dia 22 de março de 2016, que instituiu oficialmente o Plantando o Futuro, projeto de plantio de mudas de árvores e preservação ambiental coordenado pela Companhia. Codemge assume gestão da Rodoviária de BH, em 1º de março de 2016, mediante convênio com o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER/MG), visando a estimular o turismo do Estado de Minas Gerais e oferecer cada vez mais segurança, conforto, mobilidade e bem-estar aos usuários.

    Junho/2016: realização da 1ª edição da MAX – Minas Gerais Audiovisual Expo, maior salão de negócios audiovisuais já realizado no Estado e um dos mais importantes eventos do País no segmento.

    Julho/2016: lançamento do MGgrafeno – Produção de Grafeno a partir de Grafita Natural e Aplicações, projeto para criação da primeira planta piloto do Brasil para a produção de grafeno em escala industrial.

    Janeiro/2017: reabertura do Theatro Palace Cassino, em Poços de Caldas, espaço restaurado pela Companhia.

    Março/2017: Terminal Rodoviário de Belo Horizonte passa a receber viagens da Estação José Cândido.

    Maio/2017: inauguração da Mineiraria – Casa da Gastronomia.

    Agosto/2017: inauguração da sede temporária da Associação P7 Criativo, primeira agência de desenvolvimento da indústria criativa de Minas Gerais.

    Outubro/2017: empresa assume a gestão do Parque das Águas de Caxambu. Reinauguração do Auditório da Rodoviária de BH.

    Janeiro/2018: é sancionada pelo Governo de Minas Gerais a Lei 22.828/17, que autoriza o Poder Executivo a transformar a Codemig em sociedade de economia mista.

    Fevereiro/2018: cisão da Codemig e criação da Codemge, mediante registro desta na Junta Comercial do Estado de Minas Gerais (Jucemg).

    Março/2018: inauguração do Teatro Paschoal Carlos Magno, em Juiz de Fora (Zona da Mata), demanda de quase 40 anos.

    Julho/2018: lançamento do BiotechTown, primeiro centro privado e integrado do Brasil a fornecer ambiente e recursos necessários ao desenvolvimento de empresas, produtos e negócios nas áreas de Biotecnologia e Ciências da Vida.

    Outubro/2018: realização na Codemge da primeira licitação eletrônica em Minas no modo disputa fechado.

    Dezembro/2018: lançamento do portal Recursos Minerais de Minas Gerais. A plataforma reúne livro eletrônico, mapas e numerosos dados sobre mineração, compondo uma robusta fonte de informação e conhecimento. Apresentação do Sistema de Informações Geoambientais do Circuito das Águas (SIGA), pesquisa inovadora revoluciona entendimento sobre origem e circulação das águas minerais no Sul de Minas.

    Junho/2019: Codemge assume gestão do Palácio das Mangabeiras, mediante convênio com o Estado de Minas Gerais, a fim de implementar ações que agreguem mais eficiência na administração do espaço e melhor aproveitamento do imóvel que, desde o começo de 2019 não é utilizado como residência oficial do governador de Minas Gerais.

    Agosto/2019: abertura inédita ao público do acesso ao Palácio das Mangabeiras, com a 25ª edição da CASACOR Minas Gerais. Maior mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas.

    Fevereiro/2020: reabertura do Balneário Hidroterápico do Parque das águas de Caxambu Doutor Lysandro Carneiro Guimarães.

    Março/2020: viabilização da fabricação de equipamentos destinados ao tratamento e prevenção do coronavírus (covid-19), em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e as empresas mineiras Astroscience, Cliever e Compass 3D – investidas da Codemge.

    Maio/2020: anúncio de instalação em Juiz de Fora da primeira fábrica de células de bateria de lítio-enxofre do mundo (empreendimento Oxis Brasil, em parceria com a empresa britânica Oxis Energy).



Voltar