ÁREAS DE ATUAÇÃO

Em função do feriado municipal de Belo Horizonte, celebrado em 15 de agosto de 2019, o Terminal Rodoviário Governador Israel Pinheiro trabalha com a expectativa de aumento do público de quase 5% em relação a 2018. A previsão é de que mais de 147 mil pessoas transitem pela rodoviária, no período de seis dias que compreende o feriado em 2019 (de 14/8 a 19/8). Estima-se que mais de 3,7 mil partidas e mais de 3,6 mil chegadas sejam realizadas no Terminal e que aproximadamente 75 mil passageiros deixem a capital mineira, durante esse período.

Os dias de maior movimento para os embarques são quarta-feira (14/8), sexta-feira (16/8) e segunda-feira (19/8), totalizando mais de 43 mil embarques. Para os desembarques, os dias de maior movimentação são segunda-feira (19/8), sexta-feira (16/08) e quarta-feira (14/8), com mais de 39 mil passageiros desembarcando. Clique aqui  e veja os dados dos anos anteriores e a previsão para este ano.

Os destinos mais procurados fora do Estado são Rio de Janeiro e São Paulo. Já em Minas, destacam-se as cidades de Alfenas, Ipatinga e Poços de Caldas.

Orientações aos passageiros

Os passageiros devem ficar atentos e chegar com antecedência de pelo menos uma hora antes do horário da partida.  

Para organizar o fluxo de trânsito dentro do Terminal, a entrada da rodoviária estará sinalizada com faixa, cones e pintura no chão para orientar os motoristas. Quem for buscar passageiros deverá utilizar as plataformas A, B, C, D. Já quem vai deixar passageiros deve-se dirigir às plataformas E, F, G, H. É importante salientar que é proibido o acesso de táxi vazio à plataforma superior.

O Terminal conta também com uma central de monitoramento por CFTV com mais de 200 câmeras que registram o que acontece nos espaços da Rodoviária. Além do aumento da segurança, essa central irá auxiliar a fiscalização de trânsito. Os agentes de trânsito que atuarão nas áreas internas da rodoviária poderão aplicar multas aos motoristas infratores. O Tergip reforça a importância de os pedestres também respeitarem a sinalização e atravessarem nas faixas, com segurança.

Outras orientações estão disponíveis na página do Terminal .

(Nota atualizada às 16h57 de 13/8/19)



Voltar

Marcas podem fazer parte de estandes coletivos no maior salão de negócios do setor no Brasil; inciativa busca fomentar o desenvolvimento dos pequenos produtores

O Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), oferece mais uma vez aos produtores mineiros de moda a oportunidade de participar do Minas Trend, o maior salão de negócios do setor no Brasil. Empresas de todas as regiões do estado que atuem nos setores de vestuário, calçados e bolsas ou acessórios podem se inscrever no 7º Estande Empresa Tendência. Os selecionados irão expor seus produtos em espaços coletivos da Codemge na 25ª edição do Minas Trend, de 22 a 25 de outubro de 2019, no Expominas Belo Horizonte.

Na ocasião, as marcas irão apresentar as tendências para o outono/inverno de 2020. A Codemge terá três estandes coletivos, dedicados a vestuário, calçados/bolsas e joias/bijuterias. A seleção será feita em etapa única por uma equipe curatorial formada por profissionais do setor, que irão analisar os seguintes critérios: originalidade e inovação, adequação dos produtos ao público alvo, capacidade de produção da empresa, potencial de interesse mercadológico e métodos de marketing e comunicação digital (qualidade do site e das redes sociais da marca).

As inscrições vão de 5 de agosto a 15 de setembro de 2019, e podem ser feitas clicando aqui. Acesse também o regulamento.

Podem se inscrever empresas mineiras, que sejam pessoa jurídica ou microempreendedores individuais (MEIs). A participação é aberta também a empresas que já se inscreveram ou participaram dos estandes coletivos da Codemge em outras edições, exceto as anteriormente premiadas com estandes individuais.

A inciativa tem o objetivo de fomentar o desenvolvimento dos pequenos produtores da indústria da moda. O Minas Trend atrai compradores renomados do País e do exterior e cria oportunidade para que marcas locais exibam e comercializem seus produtos num espaço privilegiado de projeção e consolidação.

Setor da moda e desenvolvimento econômico

O Minas Trend é realizado pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), com parceria da Codemge. O apoio da Codemge ao Minas Trend faz parte de um contexto de investimentos estratégicos da empresa na indústria criativa. O objetivo é fomentar o desenvolvimento de novos negócios que gerem empregos, renda e riquezas para o estado. Mais de R$ 50 milhões já foram investidos em iniciativas de valorização dos setores de moda, gastronomia, audiovisual, design, música e novas mídias.

A Indústria Criativa constitui a cadeia produtiva composta pelos ciclos de criação, produção e distribuição de bens e serviços que usam criatividade e capital intelectual como insumos primários. A cadeia produtiva da moda oferece importante contribuição à economia do estado. Em 2013, gerou riquezas no valor de R$ 3,3 bilhões. Os dados são de uma pesquisa encomendada pela Companhia à Fundação João Pinheiro. O estudo revelou que, em 2014, os empregos do setor corresponderam a 15,2% da indústria de transformação, e a moda impulsionou a economia de 135 municípios de Minas, onde o setor tem peso maior na produção industrial do que em relação à média do estado.



Voltar

BiotechTown abre inscrições para a 2ª edição de Programa de Desenvolvimento de Negócios, com investimentos de R$ 150 mil por empresa. Inscrições até 18 de agosto.

O BiotechTown, hub de inovação em biotecnologia e ciências da vida, está com inscrições abertas para receber startups na 2ª edição do seu Programa de Desenvolvimento de Negócios. A iniciativa realiza aporte financeiro de R$ 150 mil em cada empresa selecionada e impulsiona seu crescimento por meio de planos individuais e customizados, metodologia especializada, expertise técnica, networking e acesso a extensa rede de parceiros. Empresa investida da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge) e sediada em Nova Lima, o BiotechTown tem o objetivo de impulsionar negócios nascentes ou já estabelecidos de base biotecnológica. 

De acordo com Pedro Vidigal, CEO do BiotechTown, o Programa surgiu para facilitar a vida dos empreendedores a apoiá-los a superar desafios de mercado. “Startups de biotecnologia e ciências da vida apresentam uma série de dificuldades para desenvolver os seus produtos, porque é necessário um grande investimento em estrutura laboratorial e muitos empreendedores desconhecem o ambiente regulatório. Isso cria lacunas que impedem que eles cresçam ou atrasam o seu desenvolvimento. A ideia é fornecer os recursos e dar apoio para o crescimento dessas empresas”, explica.

As startups interessadas devem possuir pelo menos um protótipo funcional ou produto mínimo viável já validado, podendo ou não estar em comercialização. Podem participar empresas que possuam soluções em biotecnologia e ciências da vida, voltadas preferencialmente a Bem-estar e Saúde Humana, nas seguintes áreas:

a) Biotecnologia (genômica, produtos farmacêuticos, biomarcadores, insumos para diagnóstico, tecnologia celular);

b) Dispositivos (equipamentos médicos, tecnologias assistivas, testes e equipamentos para diagnóstico, sensores, wearables);

c) Digital Health (Telemedicina, T.I. aplicada a saúde com uso de Analytics, Big Data, Cloud, Rastreabilidade, Interoperabilidade de sistemas).

Inscrições abertas até o dia 18 de agosto, pelo site: www.inscrevasuastartup.com

Metodologia de trabalho

O Programa de Desenvolvimento de Negócios possui metodologia própria e validada, que dá suporte às startups em seu processo de profissionalização, inserção no mercado e crescimento de maneira sustentável. A partir da definição da estratégia de negócio é trabalhado o desenvolvimento orientado por metas, com mentorias e acompanhamento individual das empresas para atender às suas necessidades específicas.

A equipe do BiotechTown é composta por especialistas em biotecnologia, empreendedorismo e inovação e trabalha de maneira hands on com as startups durante todas as etapas do Programa, possibilitando ainda conexões com investidores, parceiros e clientes para criar oportunidades de negócios e receber apoio nas principais decisões estratégicas.

A 1ª edição do Programa, iniciada em 2018, contou com mais de 50 startups inscritas de todo o Brasil, sendo 16 empresas aprovadas para a etapa inicial e 9 selecionadas para receber o investimento e participar dos 12 meses de Programa.

A Oncotag, uma das startups investidas na primeira edição, possui soluções em medicina de precisão utilizando biomarcadores oncológicos patenteados. Sua tecnologia auxilia no tratamento correto do câncer de ovário, o que aumenta a expectativa de vida do paciente e reduz o custo e o tempo do tratamento.

Para Letícia Braga, pesquisadora e CEO da Oncotag, “o BiotechTown colocou a empresa em outro nível de maturidade. O investimento que recebemos veio acompanhado de experiência, conhecimento de mercado e de uma rede de contatos. Estes são os grandes diferenciais em relação a outros programas. Nosso time era extremamente técnico, agora temos governança, modelo de negócio mais coerente e diversificação do nosso portfólio, o que aumentou as chances de sucesso da startup e acelerou nosso crescimento”.

Sobre o BiotechTown

Inaugurado em 2018 para conectar empresas, pesquisadores e investidores, o BiotechTown é um hub de inovação em biotecnologia e ciências da vida. A iniciativa visa impulsionar o desenvolvimento de bionegócios no mercado nacional e internacional dando suporte desde o registro e produção inicial até a inserção dos produtos no mercado. Para isso, dispõe de uma infraestrutura completa de coworking, salas de reunião, laboratório aberto (Open Lab) e planta de produção (CMO), promove um ambiente e oportunidades de conexões, atendendo startups e empresas de todos os portes.

O BiotechTown é fruto da parceria entre a Fundep, Fundepar e Codemge. Também são apoiadores, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a Associação Nacional de Empresas de Biotecnologia (Anbiotec), e o projeto CSul — Desenvolvimento Urbano.

Codemge e alta tecnologia

Desde 2015, o Governo do Estado e a Codemge têm se dedicado a estimular projetos e novas oportunidades no nicho de empresas de alta tecnologia e inovação no território mineiro, incluindo a biotecnologia. A Diretoria de Fomento à Alta Tecnologia da Companhia foi especialmente criada para estimular este importante eixo estratégico, segmento de mercado que cresce dia após dia.

Buscando dinamizar a economia mineira e elevar sua vantagem competitiva, a Codemge tem promovido investimentos diversificados em novos modelos de negócio e segmentos estratégicos, como biotecnologia e ciências da vida; eletroeletrônica, semicondutores e telecomunicações; aeroespacial, automotivo, química, defesa e segurança; medicamentos e produtos do complexo da saúde; novos materiais, tecnologia de informação, ciência e sistemas de computação.



Voltar

A Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais realizou a entrega de instrumentos musicais às corporações contempladas no “Programa Bandas de Minas” em evento promovido no dia 17 de julho, na Cidade Administrativa.

A solenidade contou com a participação do governador Romeu Zema, do Secretário de Estado de Cultura e Turismo, Marcello Matte e do presidente da Codemge, Dante de Matos.

“Realizar o ideário de uma banda constitui-se em um grande desafio, dos ensaios à apresentação (…) E um bom projeto desse tipo requer investimento, essencial para a sua realização. Atendendo à decisão de Governo, a Codemge está aportando, recursos substanciais para a execução do Programa de Apoio às Bandas de Minas Gerais”, disse Dante durante seu discurso.

Com os investimentos aportados, foi possível entregar cerca de 900 instrumentos musicais (flauta, trompete, clarinete, entre outros) a 74 bandas civis e municipais, abrangendo 67 municípios. Além disso, estão sendo beneficiadas algumas corporações militares do Estado.

Também durante o evento, foi confirmada a continuidade do Programa por meio da parceria, que já existe há aproximadamente 15 anos, entre a Codemge e a Secretaria de Cultura.



Voltar

Em função do período das férias escolares, compreendido entre os dias 12 e 29 de julho de 2019, o Terminal Rodoviário Governador Israel Pinheiro (Tergip) trabalha com a expectativa de aumento do público em relação a 2018 (6% maior em embarques e em desembarques). A previsão é que mais de 549 mil pessoas transitem pela rodoviária nos 18 dias de julho que compreendem o período de férias deste ano. Estima-se que quase 12 mil partidas e mais de 11 mil chegadas sejam realizadas no Terminal e que mais de 285 mil passageiros deixem a capital mineira.

Segundo estimativas, os dias de maior movimento para os embarques serão as três sextas-feiras do período (12/07, 19/07 e 26/07), totalizando mais de 59 mil embarques. Para os desembarques, os dias previstos de maior movimento serão as segundas-feiras 29/07 e 22/07; e o domingo 28/07, com 56 mil passageiros desembarcando. Clique aqui e veja os dados de anos anteriores e a previsão para este ano.

O Tergip trabalha com a expectativa de 11.911 partidas, volume 3% maior que o registrado em 2018 (11.534) e cerca de 2% menor que o verificado em 2017 (11.702). Em relação às chegadas de ônibus, a perspectiva é de 11.628 chegadas neste ano, aumento de 1,5% na comparação com o ano anterior, onde ocorreram 11.459 partidas no mesmo período. Em relação a 2017, a redução pode chegar a 5%, onde foi registrado uma quantidade de 12.289 chegadas.

Os destinos mais procurados fora de Minas Gerais são Rio de Janeiro, São Paulo, Campinas, Brasília, São Bernardo do Campo, Ribeirão Preto, Goiânia, Curitiba, Salvador e Campo Grande. Também estão entre as mais procuradas as cidades do litoral capixaba (Conceição da Barra, Anchieta, Guarapari, Vitória, Marataízes), do litoral do Rio de Janeiro (Cabo Frio e Angra dos Reis), além de Porto Seguro (BA).

Quanto aos municípios mineiros, destacam-se: Abaeté, Juiz de Fora, Governador Valadares, Montes Claros, Ipatinga, Conselheiro Lafaiete, Ouro Preto, Santa bárbara, São João Del Rei, Viçosa, São Lourenço, Itajubá, Alfenas, Divinópolis, Teófilo Otoni, Pará de Minas.

As pessoas que pretendem viajar e utilizar o Tergip devem ficar atentas a algumas dicas, dentre elas, a compra da passagem com antecedência, evitando comprá-la no momento do embarque, e a consulta do horário da partida, procurando se antecipar em pelo menos uma hora.



Voltar

Em função do feriado de Corpus Christi, o Terminal Rodoviário Governador Israel Pinheiro (Tergip), em Belo Horizonte, movimentou 85.413 embarques e 79.474 desembarques. Ao todo, mais de 164.8 mil pessoas passaram pelo Tergip no período de seis dias que compreendeu o feriado deste ano (de 19/6 a 24/6), número 8,9% maior que o registrado no ano anterior, em que se registrou 151.411 pessoas (2018 ).

Os dias 19/6 (quarta-feira), 20/6 (quinta-feira) e 23/6 (domingo) foram os mais movimentados para o embarque de passageiros, com mais de 51,4 mil. Já os dias 24/6 (segunda-feira), 23/6 (domingo) e 20/6 (quinta-feira) foram os dias de maior movimento para o desembarque, com mais de 50,4 mil pessoas.

Desde a quarta-feira (19/6) até a segunda-feira (24/6), ocorreram 3.879 partidas, volume 9,6% maior que o registrado em 2018 (3.537) e cerca de 2,29% menor que o verificado em 2017 (3.968). Em relação às chegadas de ônibus, foram 3.899 chegadas neste ano, aumento de 10,8% se comparado com o ano anterior, em que ocorreram 3.518 partidas no mesmo período. Já em relação a 2017, houve um aumento de 18,2%, em que se registrou uma quantidade de 3.296 chegadas.

O feriado de Corpus Christi teve como principais destinos: Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Campinas, Vitória, Conselheiro Lafaiete, Governador Valadares, São João Del Rei, Santa Bárbara, Ouro Preto, Itabira, Juiz de Fora e Divinópolis.

Veja aqui os dados anuais.



Voltar

Em função do feriado de Corpus Christi, celebrado em 20/6/19, o Terminal Rodoviário Governador Israel Pinheiro (Tergip) trabalha com a expectativa de aumento do público em mais de 9% com relação a 2018. A previsão é de que aproximadamente 165 mil pessoas transitem pela rodoviária, no período de seis dias que compreende o feriado em 2019 (de 19/6 a 24/6). Estima-se que mais de 3,5 mil partidas e mais de 3,5 mil chegadas sejam realizadas no Terminal e que em torno de 84 mil passageiros deixem a capital mineira, durante esse período.

Os dias de maior movimento para os embarques são quarta-feira (19/6), domingo (23/6) e segunda-feira (24/6), totalizando mais de 51 mil embarques. Para os desembarques, os dias de maior movimento são domingo (23/6), segunda-feira (24/6) e quarta-feira (19/6), com quase 47  mil passageiros desembarcando. Clique aqui  e veja os dados dos anos anteriores e a previsão para este ano.

Os destinos mais procurados saindo do Tergip são:  Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Campinas, Vitória, Conselheiro Lafaiete, Governador Valadares, São João Del Rei, Santa Bárbara, Ouro Preto, Itabira, Juiz de Fora e Divinópolis.

Operação no trânsito

Para organizar o fluxo de trânsito dentro do Terminal, a entrada da rodoviária está sinalizada com faixa, cones e pintura no chão para orientar os motoristas. Quem for buscar passageiros deverá utilizar as plataformas A, B, C, D. Já quem vai deixar passageiros deve-se dirigir às plataformas E, F, G, H. É importante salientar que é proibido o acesso de táxi vazio à plataforma superior.

O Tergip conta também com uma central de monitoramento por CFTV com mais de 200 câmeras que registram o que acontece nos espaços do Terminal. Além do aumento da segurança, essa central irá auxiliar a fiscalização de trânsito. Os agentes de trânsito que atuarão nas áreas internas da rodoviária poderão aplicar multas aos motoristas infratores. O Tergip reforça a importância de os pedestres também respeitarem a sinalização e atravessarem nas faixas, com segurança.

Para informações sobre as viagens, os passageiros devem entrar em contato diretamente com a empresa que atende o destino pretendido. Veja aqui a lista dos telefones. Outras orientações estão disponíveis no site www.codemge.com.br



Voltar

Participe da visita nos dias 29/06 ou 13/07 e concorra a um procedimento no spa termal

As Thermas Antonio Carlos vão realizar duas visitas guiadas em suas instalações, especialmente por ocasião do Festival Gastronômico e Cultural Sabores do Mercado, evento que ocorre de 14 de junho a 14 de julho, em Poços de Caldas. Moradores e turistas poderão participar da visita. Basta escolher uma das duas datas: 29 de junho ou 13 de julho, sempre às 10h, e efetuar sua inscrição previamente pelo e-mail balneario@codemge.com.br ou pelo telefone (35) 3721-8816.

As visitas terão duração de uma hora. Serão apresentados o espaço físico das Thermas e os serviços oferecidos, com explicações sobre as propriedades das águas termais. Ao final, haverá sorteio de um procedimento (banho pérola/de hidromassagem) entre os participantes.

O balneário, pertencente à Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge)/Governo do Estado de Minas Gerais, passou a ser gerido pela empresa em janeiro/2018. Desde que assumiu a gestão, a Codemge vem realizando ações em prol da modernização, da preservação, da manutenção e do adequado funcionamento do espaço.

A oferta de serviços foi ampliada. Para além de um balneário termal, o local ganhou status de spa termal, oferecendo procedimentos de saúde, beleza e bem-estar, com o diferencial das águas termais. São mais de 30 serviços e atrativos à população e aos turistas: banhos termais, massagens, duchas, saunas, limpeza de pele, drenagem linfática, bambuterapia, acupuntura, liposhock (sessão de redução de medidas), manicure, pedicure, entre vários outros.

Aquisição de serviços – Os moradores da região e demais interessados podem adquirir os serviços de forma avulsa, em pacotes ou como vale-presente. De segunda a quarta-feira, há 15% de desconto em todos os serviços. Há também diversos tipos de planos, a preços competitivos, incluindo uma composição de serviços tecnicamente compatíveis com o propósito do bem-estar e da saúde. Essas são formas encontradas pela Codemge para facilitar o uso do spa termal pela comunidade.  

As Thermas Antônio Carlos funcionam todos os dias, das 9h às 20h, na Rua Junqueiras, s/n, Poços de Caldas. Para mais informações, os interessados poderão consultar a recepção ou fazer contato pelo e-mail balneario@codemge.com.br ou pelo telefone (35) 3721-8816.



Voltar

O anúncio foi feito em pronunciamento do governador Romeu Zema, com a participação do presidente em exercício da Codemge, Alfredo Fischer

A gestão do Palácio das Mangabeiras, localizado na região Centro-Sul de Belo Horizonte, passa ser feita pela Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), a partir desta quarta-feira, 12/6. O Estado de Minas Gerais e a Companhia celebraram convênio de cooperação para implementar ações que agreguem mais eficiência na administração do espaço e melhor aproveitamento do imóvel. Desde o início deste ano, o local não é utilizado como residência oficial do governador de Minas Gerais.

O anúncio foi feito em pronunciamento oficial do governador Romeu Zema, no Palácio das Mangabeiras. Além do governador, participaram do evento o presidente em exercício da Codemge, Alfredo Fischer, o secretário de Estado de Cultura, Marcelo Matte, o diretor da Casacor, Eduardo Faleiro, o presidente da Associação dos Moradores do Bairro Mangabeiras, Rodrigo Bedran, e a presidente do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha), Michele Arroyo.

O convênio destaca a importância da adequada manutenção e preservação do imóvel, que tem projeto inicial de autoria do arquiteto Oscar Niemeyer, com jardins planejados pelo paisagista Roberto Burle Marx. Como empresa pública indutora do desenvolvimento, a Codemge tem, entre seus nichos de atuação, o fomento à indústria criativa e ao turismo, incluindo a administração de empreendimentos e tendo inseridas em seu objeto social a gestão patrimonial de bens imóveis do Estado e a exploração comercial de espaços sob sua responsabilidade.

O termo tem vigência prevista de quatro anos, considerando que a gestão do Palácio pela Codemge será temporária, até que sejam concluídos estudos acerca da destinação definitiva a ser dada ao local. O documento prevê a garantia de segurança e vigilância de toda a área do imóvel. Além da administração do espaço, caberá à Companhia realizar a gestão, operação e exploração do imóvel, incluindo a manutenção de suas características arquitetônicas e em compatibilidade com a estrutura existente. De acordo com o presidente em exercício da Codemge, Alfredo Fischer, está sendo feito um levantamento inicial para verificação das áreas a serem recuperadas, tanto na parte externa, quanto no interior do imóvel, a fim de que sejam feitas adaptações para receber a população.

O imóvel foi desafetado por meio do decreto nº47.667 de junho de 2019. Com a desafetação, a natureza do bem imóvel foi alterada, deixando de ser um bem de uso exclusivo da Administração Pública e podendo agora ter outros usos, desde que autorizado por esta. De acordo com o governador, o espaço será aberto para visitação do público dentro de 60 a 90 dias.

Casacor 2019

Estão em andamento tratativas para que o Palácio das Mangabeiras passe a sediar, como primeiro evento, a 25ª edição da Casacor Minas Gerais, após manifestação de interesse dos organizadores na utilização do espaço. Reconhecida como a maior mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas, a iniciativa está agendada para o segundo semestre deste ano, entre 31 de agosto e 6 de outubro.

A proposta é que a Casacor promova, além do evento, benfeitorias, obras de infraestrutura, restauro, recuperação, manutenção e vigilância do espaço a ser ocupado por ela durante o período médio de seis meses ao ano, pelos próximos quatro anos.

Para o diretor da Casacor, Eduardo Faleiro, o Palácio das Mangabeiras é um lugar simbólico, que não está mais no modelo inicial Ele comenta que a Casacor pode contribuir para melhorias, bem como resolução de problemas técnicos de instalação, manutenção, além de questões de restauro indicadas pelos órgãos reguladores e fiscalizadores, como o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha).

Segundo o Secretário de Cultura, Marcelo Matte, nos meses em que o local não estiver sendo utilizado pela Casacor, o plano é que o espaço seja ocupado por uma exposição de arte modernista. De acordo com Matte, o governo já está em alinhamento com o Secretário Municipal de Cultura, Juca Ferreira, para a cessão do acervo que se encontra no Museu da Pampulha. Também há uma expectativa de expor obras do acervo próprio do governo e de artistas mineiros.

Palácio das Mangabeiras

Situado na Rua Professor Djalma Guimarães, no Bairro Mangabeiras, o Palácio foi inaugurado em 1955, durante a gestão do então governador mineiro Juscelino Kubitschek. O edifício e sua área adjacente pertencem ao perímetro de tombamento do Conjunto Paisagístico da Serra do Curral, protegido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Desde a inauguração, o local vinha servindo de residência aos chefes do Executivo mineiro. Em janeiro de 2019, o governador Romeu Zema optou por residir em outro imóvel e dar uma destinação mais ampla e democrática ao Palácio, que tem 42 mil metros quadrados de área.



Voltar

A Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge) abriu Edital para permissão de uso do Espaço Publicitário no Terminal Rodoviário Governador Israel Pinheiro – Tergip, em Belo Horizonte. O Edital está disponível para download na página eletrônica da Codemge (www.codemge.com.br), na aba Licitações, ou clicando aqui. A licitação, que será na modalidade pregão presencial, ocorrerá no dia 19/06/2019, às 10h, na sede da Codemge (Rua Manaus, 467, Bairro Santa Efigênia, Belo Horizonte). A visita técnica é opcional e poderá ser realizada até 2 (dois) dias antes do pregão, das 8h às 18h, mediante agendamento prévio pelo telefone (31) 3270-0842. Os pedidos de esclarecimento poderão ser enviados por e-mail para o endereço licitacoes@codemge.com.br.



Voltar